Diretoria da ADPEP apresenta edital do seu 1º Prêmio de Jornalismo à Defensoria Pública

Diretoria da ADPEP apresenta edital do seu 1º Prêmio de Jornalismo à Defensoria Pública

Nesta quinta-feira, 18.03.2021, a Diretoria da ADPEP, representada pelo Presidente, Marcus Vinicius Franco, a Vice-Presidente, Anna Izabel Santos, a Diretora de Assistência Social, Eliana Vasconcelos, e o Diretor Social, Carlos Eduardo Barros, reuniu-se com o Defensor Público Geral do Estado, João Paulo Ledo, e com a Subdefensora Pública Geral, Mônica Belém, para apresentar o Primeiro Prêmio de Jornalismo da ADPEP, denominado Jornalista Luiz Maklouf Carvalho.

Na reunião foram explanados os principais pontos do Edital do Concurso, esclarecendo que serão duas modalidades (jornalista profissional e estudante), divididas em cinco categorias: Jornalismo Impresso (jornal/revista); Radiojornalismo; Telejornalismo; Webjornalismo e Fotojornalismo.

Nesta 1ª edição, o Prêmio terá como temática “Os Direitos Humanos na Região Amazônica através da atuação da Defensoria Pública do Estado do Pará”. Conforme consta no edital, “a ideia é que sejam abordados os serviços essenciais da Defensoria Pública e a atuação na garantia dos direitos a partir dos trabalhos desenvolvidos pelas Defensoras e Defensores Públicos, em especial, a atuação defensorial em favor da população residente nessa região do país, em suas diversas esferas no campo social”.

O Defensor Público Geral classificou como positiva a iniciativa da ADPEP. “Parabenizo a ADPEP pela iniciativa de realizar o prêmio. Nós estamos vivendo a era da comunicação em massa e é fundamental levar conhecimento do papel da Defensoria Pública para toda a sociedade”, disse João Paulo Ledo.

As inscrições vão de 8 de março de 2021 às 23h59min do dia 31 de outubro de 2021 pelo site da ADPEP. A solenidade de premiação será realizada no dia 9 de dezembro de 2021.

O Diretor Social, Carlos Eduardo, esclareceu que Luiz Maklouf Carvalho foi um reconhecido e premiado jornalista e escritor nascido na cidade de Belém no ano de 1953. “Apesar de ter se  formado em Direito pela Universidade Federal do Pará, foi no campo jornalístico que ele teve destaque com uma carreira premiadíssima. Ele chegou a ser agraciado com quase todos os mais importantes prêmios jornalísticos existentes no país, entre eles prêmio Esso de reportagem, quatro prêmios Vladimir Herzog e prêmios Jabuti”, disse.

“A criação deste tipo de premiação visa estimular o desenvolvimento do relevante papel da imprensa com a divulgação do trabalho desempenhado pela Defensoria Pública do Estado do Pará ao longo do ano, além de difundir a cultura da temática dos Direitos Humanos na sociedade paraense”, destacou Carlos Eduardo.

O edital completo do concurso está disponível no site da ADPEP.